PANELA CHEIA

Euna Britto de Oliveira

PANELA CHEIA
Deus de minha mãe,
ouve os pedidos dela,
sua oração, seu trabalho,
é pra encher nossa panela
a riqueza é ver-nos fortes
é nos pôr para estudar
é nos tirar da rua
esta rua que amamos
que nos suja de poeira
que mãe briga quando chega
nos falando de sujeira
que a rua tem
que por ninguém vai pelejar
acostumada que está
com os meninos de ninguém.
Deus de minha mãe boa,
Deus, escuta
é grande a luta
desta causa de ninguém
ajuda-nos a crescer... vai...
Este país, também...
Também ele está sem pai.

Envie este Poema

De: Nome: E-mail:
Para: Nome: E-mail:
Sinceros agradecimentos pela preservação da Autoria.