Chega!

Euna Britto de Oliveira

Chega de inventar poesia!
Algumas são boas
Outras não
O que vou fazer com tanto registro de alegria
E de inevitável agonia?
Preciso mais é respirar todo dia
Alinhar meus passos
Alongar meus músculos
Fazer as coisas comuns
Que as pessoas comuns fazem
E comungar com a Natureza
Mas se a Poesia chega
Então ainda não chega!
Escrevo…
Avistando-me lá do futuro
Em algum lugar terei sido escriba
E nem vou lembrar que foi aqui


BH, 26/11/2017

Envie este Poema

De: Nome: E-mail:
Para: Nome: E-mail:
Sinceros agradecimentos pela preservação da Autoria.