Sentido

Euna Britto de Oliveira

Cheiro de jaca madura no ar
Chega pra cá, meu Deus,
Nesta rede em que descanso
Vem me consolar
O chefe da casa morreu
Agora o chefe sou eu


Da janela do avião
Vejo lá embaixo os caminhos por onde os homens lagartam...
Mesmo quando correm são lentos
Ventos, tormentos, relentos
Livramentos!...

Nova Viçosa, 31/01/2016

Envie este Poema

De: Nome: E-mail:
Para: Nome: E-mail:
Sinceros agradecimentos pela preservação da Autoria.