Dia 16 de abril de 2007 - Segunda-feira

Euna Britto de Oliveira

A fofa e fina neve não cai nunca por aqui...
Isso é até bom.
Se caísse, faria o frio mais frio!
É outono.
Não é tão frio assim o mês de abril...

Procuro amigos entre os habitantes do Céu.
Encontro uma freira.
Fico sabendo que ela ama as rosas.
Ofereço-lhe todas as rosas a que tenho acesso
Mesmo as artificiais e as virtuais...
Brancas, vermelhas, amarelas, cor-de-rosa...
Rosas perfumosas!...
Todas para Terezinha do Menino Jesus e da Sagrada Face,
Aquela que, quando eu chamo, vem!
Seu sinal é uma rosa.
Facilmente amiga,
Alma belíssima da coleção de Deus;
Carismática,
Minha amiga é francesa
E universal!...
Protetora das Missões, Doutora da Igreja - Thérèse de Lisieux...

Hoje, estou muito comovida, Santa Terezinha.
Mas não estou ressentida.
A moça que te recomendei, em oração, na sua enfermidade,
Faleceu.
Fiz tua novena
Recebi a rosa que costumam receber
Os que fazem essa novena milagrosa.
Acreditei na saúde.
Acreditei na recuperação da moça.
Era apenas uma pneumonia.
Mais um motivo para te acercares dela,
Pois tiveste, em tua vida terrena,
Complicações respiratórias seriíssimas,
Teus pulmões comprometidos com a turberculose,
Num tempo ainda sem cura e sem remédio,
E vieste a falecer, aos 24 anos de idade,
Após atrozes sofrimentos,
No Carmelo de Lisieux,
Que tive a Graça de conhecer.

As Graças são concedidas
Se forem para o bem da pessoa
E se estiverem de conformidade
Com a Santíssima Vontade de Deus.
A própria oração da novena diz isto.

A moça faleceu, Santa Terezinha.
Tu sabes mais do que eu.
Hoje, às 11:55h horas,
No CTI do Hospital Odilon Behrens, em Belo Horizonte.

Não deixou filhos pequenos.
Mas deixou o único filho
Que criou sozinha
Ao qual amava mais que a própria vida
E era correspondida nesse amor sem medida.
Como ficará esse filho
Tão homem, tão necessitado de carinho?...

Quero te pedir umas coisas possíveis.
Quero te pedir uma amorosa recepção no céu
Para a moça cujo nome já te segredei,
Repetidamente,
Todos esses dias!...
Quero te pedir conforto para o que ficou
Sem sua mãe querida!
Que a Mãe do Céu
Redobre a proteção para ele!
Pois sua Mãe daqui da terra
Foi embora para o Céu...

Não vemos o mistério,
Coberto por um véu.
Onde estás é o Reino da Luz!
Por favor,
Acompanha a moça, Santa Terezinha,
Até o Senhor Jesus!
Como tu, ela é de Deus!...

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------

“Quero passar o meu céu fazendo o bem à terra.”
(Sta. Terezinha do Menino Jesus)

Envie este Poema

De: Nome: E-mail:
Para: Nome: E-mail:
Sinceros agradecimentos pela preservação da Autoria.